Estupidamente Aleatório - O Presente é do caraças

Estupidamente Aleatório, tecnologia -

Estupidamente Aleatório - O Presente é do caraças

Estamos a 2 meses e tal de fechar o ano e de entrar em 2020. Isso quer dizer que falhamos na premissa de todos termos um carro voador, mas não falhamos em tudo. Estamos a um passo de mandar robots para a Lua e para Marte para trabalharem a pedreiros, já não tens que aspirar a casa, há malta entravadinha que poderá voltar a caminhar com ajuda de um exoesqueleto e os foguetões mandam-se para lá para cima e depois aterram, em vez de se esbardalharem.

Vamos então analisar a coisa, robots a pedreiros na lua. Não tenhas dúvidas que a exploração espacial passa por enviar robots e explorarmos remotamente. Então vocês não gostam de ver aquelas cenas dos Aliens Antigos e o caraças? Criamos uma raça de escravos e mandamos para outro planeta não foi o que senhor da televisão disse. Pois... Nós e coiso... Exacto...

Vê então como estamos ao nível de robots humanoides com o Atlas da Boston Dynamics.

Marado, certo?!

Então agora imagina como é um carro do caraças, tipo, hoje em dia. Pois, o 520d do teu cunhado, eu sei, sim. É rápido. Mas vê lá o Koenigsegg Regera, que tem o record mundial dos 0-400-0, ou seja está parado, vai até aos 400 kilometros por hora e volta a zero. Pois, um pedaço mais rápido que o carro dele, um pedacito. Mas um pedacito grande. Maior do que isso!

E então aspirar a casa? Bom não é? Claro. Vejamos então o que temos por aqui que se possa comprar hoje e que não receba ordenado para aspirar a casa. Cá está, um Roborock S6. Ele limpã o chão todo, vai carregar a bateria quando é necessário, volta, limpa outra vez e está sempre numa boa, super tranquilo. Agora se o teu cão fizer o número 2 em casa enquanto o robot está a limpar ele passa-se. Mas passa-se mesmo, tipo espalhar aquilo por todo o lado e mais algum.

E então o que temos para falar a seguir? Sim, é sobre o tipo que não caminhava e que a Clinatec colocou a caminhar usando impulsos cerebrais que comandam um exoesqueleto ao qual ele está agarrado. Tipo abrir a cabeça, meter lá sensores, fechar a cabeça e começar a controlar um robot com impulsos de uma área especifica do cérebro. Super fácil, certo?

Por fim vou-vos mostrar algo que fascinou a minha mãe de 60 anos. Foguetões da Space X a aterrarem depois de levarem uma cápsula para órbita. Nada demais?! Dito por um gajo que tem dificuldade a montar mobília do IKEA? Ok. Fixe.

Bem, vamos ter que ficar por aqui que isto já não estrabucha mais. Eu tinha aqui um bocadito e depois disto deitei mesmo tudo o que tinha cá para fora. É assim, olha. Fica para uma próxima, não pode ser tudo de uma vez.